BLOG

7 passos para seguir pelos próximos 7 dias e ser mais saudável para o resto da vida.

Tomar consciência da necessidade de mudanças e apostar em novos hábitos para uma vida saudável não é uma tarefa fácil, mas iniciar aos poucos o processo de transformação pode ajudar a seguir adiante e manter o equilíbrio.

 29/01/2016   Por: por Paulo Nobuo
7 passos para seguir pelos próximos 7 dias e ser mais saudável para o resto da vida.

Tomar consciência da necessidade de mudanças e apostar em novos hábitos para uma vida saudável não é uma tarefa fácil, mas iniciar aos poucos o processo de transformação pode ajudar a seguir adiante e manter o equilíbrio. Adotando os 7 passos a seguir, um por dia, pela próxima semana, e levando esses ensinamentos consigo onde quer que esteja, você conseguirá ter uma vida muito mais equilibrada e saudável, além de hábitos benéficos à sua mente e corpo. Aceita o desafio? São pequenas mudanças que fazem toda a diferença. Confira:

Dia 1: Preencha metade do seu prato com legumes, verduras e salada. A outra metade, divida entre carboidrato e proteína. Restringir nutrientes da dieta pode até garantir um emagrecimento rápido a princípio, mas além de raramente ser possível manter uma alimentação sem determinados ingredientes, você pode comprometer a saúde. Por isso, apostar em uma reeducação alimentar equilibrada ainda é a melhor maneira de perder peso e ser saudável.

Dia 2: Não tome líquidos durante a refeição, pois eles diluem as enzimas digestivas, podendo ocasionar um retardamento durante o processo digestivo, além de diminuir a absorção dos alimentos. Mastigar mais devagar os alimentos, produzindo mais saliva e, consequentemente, diminuir a vontade e a necessidade de consumir água ou suco a cada garfada. Depois de comer, o indicado é esperar pelo menos 1 hora para voltar a consumir bebidas. Hidrate-se bem ao longo do dia e não exagere no sal para não sentir sede nas refeições.

Dia 3: Coma até se sentir 75% satisfeita e aguarde 20 minutos antes de partir para o segundo prato ou sobremesa: esse é o tempo que o centro de saciedade do cérebro leva para entender que você foi alimentada. O hábito faz com que a sensação de saciedade apareça de forma mais eficiente, evitando excessos e exageros nas refeições. A mastigação adequada, com intervalos aproximados de 20 segundos, facilita o trabalho do sistema digestório, evitando a distensão abdominal que pode favorecer o acúmulo de gorduras na região da barriga.

Dia 4: Adote pratos e talheres menores. Essa dica supersimples evita exageros na hora das refeições. Com utensílios muito grandes, você pode acabar colocando mais comida do que realmente precisa ou sentir que está se privando de alimentos. Além disso, o novo hábito faz com que você coma mais devagar.

Dia 5: Coma consciente. Prestar atenção a cada alimento que coloca no prato e aprender a saborear cada garfada é essencial para evitar exageros nas refeições e garantir uma mastigação que contribui para a saúde e a dieta. Portanto, lute contra o impulso de levar o celular à mesa ou comer diante da televisão ou computador. Procure fazer suas refeições em ambientes limpos, confortáveis e tranquilos e descanse os talheres na mesa enquanto mastiga para evita colocar mais alimento enquanto ainda está com a boca cheia.

Dia 6: Procure se alimentar sempre ao lado de quem te faz bem. Não é só a comida que nos nutre, os bons sentimentos e as boas companhias ajudam a saciar a alma e, sem isso, você pode se sentir vazia, fazendo com que você recorra ao excesso de alimentos para compensar. Se não puder almoçar ou jantar todos os dias com amigos e familiares, comprometa-se a fazer isso pelo menos algumas vezes na semana.

Dia 7: Evite assuntos desagradáveis durante o almoço. Se você faz a refeição com colegas de trabalho, não reclame sobre o emprego, chefe ou salário. Lembre-se que a hora da comida deve ser feliz, para relaxar e descansar a mente. O nervosismo e agitação irão atrapalhar a digestão e você pode passar o resto do dia “conversando” com a comida. No jantar com o parceiro ou a família, deixe para depois a discussão de possíveis problemas e mantenha o foco na alimentação.